terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Simplesmente acontece


Ele era jovem e imaturo, tão lúcido quanto uma garrafa de vodka para um bebê, ele tomava cachaça ao amanhecer, ligava seu notebook e assistia seus pornôs suaves, via tv e depois imitava o Kurt Cobain que faleceu há muito.

A vida passou, ele viu cavalos cor de bege, até que em um belo dia avistou a garota ruiva. Pele branca feito a neve. Ele pensou: “Caraca, porque meu coração faz tanto barulho?”. Ele tinha caído de paixão assim como uma manga na estação.

Jogou tudo para o alto e foi falar com a ruivinha. Ela não deu moral, então ele mudou, mudou conforme sua necessidade de conquista. Mandou flores e até fez uma serenata a lá Red Hot Chili Peppers, ela não curtiu, então resolveu desistir.

Certa vez, ele viu a ruiva nos arredores de seu bairro, na zona oeste de São Paulo, ela estava mais perdida que filho da puta em dia dos pais, então ele a chamou para entrar em sua casa e resolver o que fazer, não me pergunte como ela aceitou, mas ela foi.

A moça viu sua moradia e sua rotina, o garoto tinha tirado a carapuça e agora estava pouco se fudendo em agradar aquela menina. Então ela se apaixonou por aquele ser, meio desocupado, meio folgado. Eles ficaram juntos e se amaram, sem cobranças desnecessárias. E no fim das contas o rapaz desistiu de querer as coisas de forma forçada. Porque tudo que é para acontecer, simplesmente acontece.


Palavra do autor: O texto foi escrito por Reinaldo Del Trejo, em setembro fiz a mudança de endereço eletrônico e dei o maior tiro no pé da minha trajetória no mundo blog. Então, a partir de hoje, postarei em ambos os blogs.

O link original é: Simplesmente Acontece

Nenhum comentário:

Postar um comentário